Um dos elementos chave neste produto é a capacidade de tornar o revestimento de qualquer edifício, que é normalmente estático e de função meramente estética e de protecção, num potencial meio de gerar energia através das mais diversas condições climatéricas que o envolvam, como o sol, o vento e a chuva. Além de funcionar como elemento passivo de sustentabilidade na eficaz e controlada protecção solar, é também elemento activo na produção de energia.

Este é um produto híbrido porque tem a capacidade de gerar energia através do aproveitamento solar, eólico e de uma forma muito particular retira partido da água das chuvas. A sua energia gerada pode ser usada directamente na instalação, ser armazenada em acumuladores ou descarregada na rede pública.

O Skinenergy caracteriza-se por uma membrana flexível e leve como que uma pele, sendo totalmente ou parcialmente sobreposta por uma outra membrana flexível em silício amorfo para a captação da luz solar. Esta “pele” pode ter várias cores, padrões e até transparências. Estas membranas agregadas são ancoradas a umas pequenas peças de amarração que têm a capacidade de gerar energia através de mínimos movimentos que serão gerados pelo vento, pequenas brisas e também pelo batimento das gotas da chuva. Estas peças de amarração estão a ser desenvolvidas em parceria com a Universidade do Minho nas áreas de I&D para a integração de materiais de nova geração em equipamentos do dia-a-dia a custos reduzidos.

Todo o conjunto tem como base de amarração ao edifício um sistema comum tubular quadrado que servirá também para conduzir toda a instalação eléctrica e caminho de cabos.

Estas particularidades atribuem ao Skinenergy um conceito bastante inovador, fazendo com que em muitos casos possa gerar energia durante as 24 horas do dia e durante 7 dias por semana, mediante as condições climatéricas e de luminosidade solar.

Num pleno dia de sol em que exista algum vento, o sistema pode gerar energia de modo combinado entre o fotovoltaico e o gerador de movimento em paralelo, podendo durante a noite continuar a gerar energia com a presença das brisas, do vento e da chuva.

Os valores de geração de energia são de 80 Wp/m2 como potência de pico para o sistema fotovoltaico e 40 Wp/m2 para o gerador de movimento. Quando os dois sistemas funcionam de forma integrada poderão ser capazes de gerar 120 Wp/m2 o que totaliza 1 051,20 kWh/ano por cada m2 instalado. Estes valores de produção representam uma poupança para a atmosfera de 626,52kg de co2/ano em cada m2 de aplicação do sistema Skinenergy.